O Agente de Viagens e as Redes Sociais

Se a evolução da internet e dos meios de comunicação se dava a passos largos… O poder de mobilização e alcance das redes sociais atingiu o seu ápice, tanto que a chamada “social media” se tornou, neste ano, a atividade número um da internet.

Só para se ter uma ideia, o Facebook encabeça a lista dos gigantes do mundo virtual… E não é para menos! Se a rede de Mark Zuckberg fosse um país, ela seria a terceira nação mais populosa do mundo, à frente de países como Estados Unidos.

Este movimento tem impacto direto no desempenho das marcas e no relacionamento das empresas com o público. As redes sociais estão mudando a maneira de como boa parte das pessoas se comunicam e isso afeta também as empresas que precisam passar mensagens aos seus consumidores, fornecedores e colaboradores. Nunca se investiu tanto em interatividade online.

E para o setor do turismo o impacto é bem positivo. O potencial de viajantes dentro das redes sociais é expressivo e que cresce a cada dia tornando seus usuários viajantes mais autônomos, capazes de acessar milhões de dados em nível mundial. Para o cliente final, as redes sociais são excelentes ferramentas para buscar informações e referências sobre destinos e serviços, além de uma infinidade de comentários, elogios e reclamações daqueles que já viajaram. É um grande instrumento de troca de informações.

E algumas das empresas do setor de Turismo estão investindo nessa nova ferramenta como um novo instrumento com capacidade de potencializar as ações de vendas e de relacionamento. E muitas já aprenderam a lidar com estas ferramentas melhorando o atendimento ao cliente final, possibilitando a formatação de novos produtos e serviços, solucionando problemas e aumentando as vendas.

Ou seja, ganhando destaque cada vez maior como estratégia de marketing já que as informações e as percepções dos viajantes provocam positivamente as empresas a melhorar cada vez mais o nível de seus produtos e serviços e auxiliando o empresário a identificar pontos importantes, sejam positivos ou negativos, do seu negócio e assim, planejar novas ações.

É um importante canal de comunicação entre as empresas e os consumidores, porque formam uma rede de relacionamento direto entre as duas partes. Por um lado, as experiências e sentimentos dos viajantes que servem como fonte de referência importante, tanto na escolha do destino como nos diversos serviços envolvidos e por outro lado, a empresa obtém um feedback em tempo real, já que nessas redes a velocidade da informação é altíssima.

Através delas será possível se expandir muito. Sabendo usar esses mecanismos, as empresas conseguirão cortar custos e ainda mostrar suas ideias sem demandar investimentos grandes. Elas mexem com todos os negócios ligados ao atendimento às pessoas, como é o caso das agências de viagens. Por este motivo, é fundamental que os profissionais do setor estejam conscientes das evoluções neste segmento, mas sempre de maneira crítica.

Da mesma forma que a internet e as redes sociais provêm informações aos viajantes, nós agentes de viagens também podemos nos beneficiar do efeito gerado por elas. Mas, é necessário ter cuidado ao utilizá-las. As mídias sociais têm caráter de autoexposição muito criticado pelos estudiosos deste mercado. Por outro lado, tal característica só pode ser considerada negativa se for utilizada de maneira indevida.

Com a informação cada dia mais veloz, é necessário que o agente de viagem esteja ligado, tanto para descobrir novas tendências, destinos e informações, como para vender seus produtos. Saber como vender e usufruir desse nicho de mercado é de suma importância e será um grande diferencial no crescimento das agências de viagem. Porém, não adianta apenas estar conectado, é necessário que o agente aprenda a utilizá-las e a maximizar seus serviços.

Neste cenário, mais do que nunca, o agente deverá ser um consultor de viagens indo além do atendimento básico e buscando a satisfação do comprador por meio da surpresa e da apresentação de um olhar inédito sobre o destino. Outra vantagem é a possibilidade de conhecer e entender melhor os hábitos e preferências do seu público, os profissionais podem ter acesso a informações que antes seriam possíveis apenas por meio de pesquisa de mercado. O sistema de filtros destas redes, que permitem, por exemplo, localizar pessoas com necessidades e desejos parecidos, garante que os profissionais atuem de maneira segmentada. As redes sociais são imprescindíveis no dia a dia do agente de viagens. Seja para tirar dúvidas, mostrar imagens dos destinos operados e mesmo incentivar a compra utilizando como atrativo as promoções publicadas nestes canais. Precisamos estar onde os nossos clientes estão, concorda?

Empresas e profissionais que não aderirem ao processo de participação nas redes sociais não vão acompanhar as evoluções e tendências do mercado. Através delas é que iremos nos manter conectados a qualquer hora e em qualquer parte do mundo. Não vejo de forma alguma porque temer o fato de estar exposto ao controle das pessoas que podem expressar suas opiniões a respeito dos serviços que prestamos. As mídias sociais são muito importantes para o Turismo como canal de venda, e também por ser um espaço onde o cliente pode dar seu feedback sobre os produtos divulgados.

Sob a ótica do aumento de vendas, a facilidade e instantaneidade com que promoções podem ser realizadas chamam a atenção dos usuários e pode envolvê-los de maneira particular. Uma proximidade maior dos clientes e em ações que motivem a interação dos internautas com a empresa. Os usuários vão se sentir motivados a interagir com uma empresa apenas se acreditarem que a relação é relevante e poderá lhes oferecer conteúdo interessante, que atenda às suas necessidades, levando-os a curtir e, em um segundo momento, – importantíssimo, até mesmo compartilhar mensagem.

As agências de viagem devem usar e abusar deste tipo de tecnologia, porque essas redes permitem expansão do mercado, melhor relacionamento e redução dos custos. Sem falar no uso possível de campanhas de marketing com valores reduzidos e ainda agilizar os processos de negócios.

É uma forma de comunicação rápida e que tem retorno imediato. Nós temos que fazer dessa ferramenta uma aliada e utilizá-la para divulgar tudo o que é de interesse dos nossos clientes. Precisamos estar constantemente atualizados e atentos às mudanças.

Por estarem sempre online e com as notícias do mercado atualizadas em tempo real, têm uma grande participação no nosso segmento, influenciando tanto o consumidor como o fornecedor fazendo com que ambos se adaptem para interagir. Contamos com a mídia social de forma que divulgamos mais rápido um produto, e conseguimos alcançar clientes sem limites de distâncias.

Resumindo as mídias sociais é um forte aliado do agente de viagem para divulgar seus produtos e conhecer melhor o perfil de seus clientes. É uma tecnologia que veio para ficar. E hoje podemos falar que nosso maior concorrente não é o maior, mas sim o mais ágil.

São o aqui, o agora, o antes e o depois. São revolucionárias. Hoje é possível realizar negociações e apresentações de produtos através desses meios, que são uma ferramenta fortíssima. E essa revolução ainda está apenas no começo. Quais serão os novos desafios despertados pela social media no próximo ano? Uma coisa é certa: agilidade será a palavra de ordem.

E você, profissional de turismo, já participa de alguma rede social? Qual? Você está tendo resultados positivos? Deixe aqui as suas impressões sobre a sua participação e o retorno (positivo ou negativo) de sua empresa nas redes sociais. Aguardo a sua opinião.

Anúncios

Sobre Antonio Moreno
Consultoria e Assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: